quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Desabafo do dia


Na gíria popular, a ou os TAP, tem/têm sido um ‘verdadeiro cu de boi’ ao longo dos tempos, a que os economistas e todas as pessoas de boas contas apelidam de um gigantesco sorvedouro de capitais públicos, logo, saídos das magras bolsas dos contribuintes, em que alguns voantes não querem abrir mão, voando por horizontes sem qualquer sustentação nacional.
E como agora a dita transportadora passou a ser ‘nem peixe, nem carne’, a caminho de uma grande e estranha chinesice, só espinhas de encargos restarão para os mesmos de sempre – os contribuintes à força, zurzidos com o slogan ‘ó patego olha o avião!’, em benefício daqueles que lautamente gostam de voar e ver mais alto a bandeira de Portugal, quando em terra firme se borrifam para ela.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.