quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

NOVO SUBSTANTIVO COLECTIVO

Em tudo há uma lógica, e a gramática não sendo uma excepção, os exemplos multiplicando-se, justificam-se naturalmente. Debruçando-me sobre os substantivos colectivos, como se lembram, servem para com apenas uma palavra e no singular, designar um conjunto ou um agrupamento de coisas ou de seres da mesma espécie, transmitindo dessa forma uma noção de multiplicidade. Exemplificando, e sem querer ser enfadonho, dois ou três exemplos: ramalhete, para um conjunto de flores; cardume, para o colectivo de peixes; coro, quando nos referimos a cantores. Mas a língua portuguesa, como língua viva, sempre se vai enriquecendo e evoluindo, e na passada sexta-feira de cinzas, em plena abstinência, nasce mais um substantivo colectivo - CENTENO, quando quisermos dizer “Errata da errata da errata”. Parabéns ao seu criador. Jorge Morais
 
Publicada no Jornal METRO de 17.02.2016
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.