terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

O Leilão

...Eu ainda fui dos que me desloquei ao leilão dos perdidos e achados levado a efeito pela PSP, mas devo confessar que embora a multidão presente se sinta atraída pelo que lá pode encontrar, eu saí de lá com as mãos a abanar. Não vislumbrei artigo em bom estado, boneco ministerial, banco seguro e viável, administrador sério, deputado responsável, orçamento com princípio meio e fim, um simples pin nacional que tivesse direito a ter lugar na minha lapela. A confusão gerada também não ajudava a perscrutar como se impõem num leilão desta natureza, virado para bolsas em austeridade. Experimentei ainda uns óculos de marca para espreitar através deles se via por lá um ex-governante, que agora reprova tudo quanto o actual faz, e outro que licitou em tempos um monte de fotocópias a bom preço e à mistura com assuntos ligados a compras que meteram água. de tal modo que o país se encontra hoje submerso. Em dívidas principalmente. Normas de compra e venda entre promíscuos, offshores bem montados, valores financeiros bem tratados, e nem moedas de ouro que tenham escapado a algum paraíso fiscal, e lá depositadas por gente que costuma integrar e comprar os grandes e secretos negócios. Nada nem lembrança que fizesse recordar mais tarde o BPN, SLN, BPP, BES. Banif, EFISA, Tecnoforma, um Diploma académico, etc. Nem um Simpson com a bandeira hasteada do PàF. O que havia por lá, encontra-se em qualquer feira e em melhor estado, mesmo se contrafeito. E não é difícil dar com ex-líderes desses mercados em qualquer feira de caca perto de si e em campanha já. Mas tralha quase tudo, foi o que eu vi mais uma vez, na sequência do que temos vindo a ver e a sentir. Tralha que nunca foi reclamada. Vou esperar por outro evento semelhante até encontrar um pack com sortido que me satisfaça!
                 

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.