sábado, 20 de fevereiro de 2016

O pesadelo

O caso da menina chinesa de 5 anos que caiu do 21º andar é o pesadelo de qualquer mãe e de qualquer pai. Aconteceu nesta família. Podia ter acontecido mesmo que os seus pais estivessem em casa. Num minuto as crianças estão fora do nosso alcance. 
Mas ela estava sozinha.Não se percebe a «descontracção», a irresponsabilidade, a insensatez - que outros substantivos atribuir ?- , daqueles pais que a deixam sozinha, com apenas 5 anos, para saírem de casa sem ela? Não interessa onde.
Este caso lembra o caso de Maddie na praia da Luz, 2007...Os pais da menina inglesa deixaram os 3 filhos em casa e foram jantar fora com amigos...
Os pais não «andam» sempre com o coração nas mãos quando não têm os seus filhos por perto? Onde os possam ver e ouvir?
Imagino o horror daqueles pais quando chegaram a casa e não estava na cama, nem no sofá... Ela já não respondeu nem estava em lado « nenhum»...
A varanda não é segura... «A vigilância não chega», alerta a presidente da APSI, mas a menina chinesa não teve ninguém a vigiar, como era suposto...
Ser pai e mãe tem um  «mas». Sofrer com um pesadelo como este: ficar sem um filho, com ou sem culpa.

2 comentários:

  1. De acordo com tudo o que a Céu explana neste artigo. A dor de quem perde filhos, com "culpas" ou sem elas, deve ser insuportável. Só quem os ama e está nessa situação pode avaliar. Publicado no Público, hoje, dia 26.02.2016.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.