domingo, 21 de fevereiro de 2016

PASSOS COELHO NÃO TEM EMENDA

A propósito da apresentação do Orçamento de Estado à União Europeia, Passos Coelho acusou António Costa de se ajoelhar perante Bruxelas. É verdade que face a quem sobranceiramente nos dá ordens, devemos dignamente manter-nos verticais. E é igualmente verdade que Costa se curvou e retirou algumas das já parcas migalhas que destinava a este tão sofrido povo. Mas que moral tem o líder do PSD para apontar o dedo acusador ao atual 1º Ministro? O anterior, que disse ser o memorando da tróica insuficiente e que efetivamente foi muito para além dele com as consequências catastróficas que sabemos e sofremos. O bom aluno, o pupilo favorito de Merkel,o homem que não só se ajoelhou, que se pôs de cócoras, que se prostrou perante os serventuários dos empórios que dominam a Europa. Portanto, é preciso não ter um pingo de compostura e de vergonha.


3 comentários:

  1. Ao ouvir-lhe que "este orçamento dá com uma mão, para retirar com a outra" os meus primeiros pensamentos foram, "verdade..." e "mas os anteriores retiravam com uma mão e também com a outra"

    ResponderEliminar
  2. É publicado na edição de amanhã do jornal Destak

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.