sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

SENSIBILIDADE E BOM GOSTO



O cartaz do Bloco de Esquerda é de muito mau gosto, e gosto não tem esquerda nem direita, tem-se, ou não!
Esse gosto foleiro terá as suas consequências e o Bloco (palavra horrível: monolítica, espessa), vai entender isso muito rapidamente se descuidar no estilo de comunicação que pretende passar aos que, por imaturidade juvenil, ou por maturidade anciã de ainda terem esperança, confiaram expectantes na possibilidade de alguma frescura na forma de fazer política, mudando bem, o seu sentido de voto.
É uma infelicidade para ambos, porque a piada não tem nenhuma piada e se a frescura é fazer trocadilhos, as agências de publicidade ganham-vos aos pontos com todo o lixo diário que emanam para os consumidores.
Não se trata aqui de brincar com Deus, com o futebol ou com o Governador do Banco de Portugal. Brincar é das acções mais genuínas, cristalinas e ingénuas da condição humana.
Deus, ele próprio é um brincalhão e não leva a mal – antes pelo contrário – uma bela de uma rizada; os do futebol não entendem; o Governador entende, mas nem em pequenino brincou, pelo que diz as “piadas” que diz e ninguém repara.
Do que estamos a falar é de inteligência, e sendo ela de muita natureza, uma vez por outra seria simpático usar da racional – não sei – para dar alguma credibilidade à emocional,que levou alguns e muitos, a votarem neste Bloco que não se quer denso e granítico, mas credível e responsável.
Fora estas considerações, não deixa de ser certo que Jesus é filho do Espírito Santo e do carpinteiro José.
Outras considerações de carácter sexual e de género não tenho por agora.

1 comentário:

  1. Presumo que o cartaz seja o de Jesus, referido por exemple numa notícia do Económico em: http://economico.sapo.pt/noticias/cartaz-do-bloco-de-esquerda-da-origem-a-peticao_243715.html

    Se for, pior que ofensivo, que para mim não é, tem é falta de graça. Principalmente noto a curiosidade, bastante surpreendente, de o BE assumir 'oficialmente' a convicção na existência do Espírto Santo. Caso contrário Jesus terá apenas um pai.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.