terça-feira, 1 de março de 2016

INTERVENÇÃO NA RDS- RÁDIO SEIXAL QUE FAREI AMANHÃ, 2 DE MARÇO DE 2016

Vamos lá então falar de emigrantes, imigrantes, legais e não legais. E já agora, como isto anda tudo ligado, significa que falamos também de xenofobia, racismo, intolerância e ignorância. É assunto que dava pano para mangas, mas vamos sintetizar. Aliás, como se sabe, é tema recorrente aqui no programa, como foi o caso do ultimo. Parece que um imigrante ilegal maltratou uma jovem na Damaia. Não sei se foi condenado ou não. Se não foi, deveria ter sido. Para não entrar em pormenores pessoais, compreenderão porquê, há uns meses falei aqui de um assalto a uma residência, de onde, entre outras coisas, levaram um computador com mais de 100 textos e outros documentos de muito valor para o seu dono. Como o dito não tinha esse material guardado, como deveria ter, foi tudo à vida. À vida foi também uma máquina fotográfica com diversas fotos de bastante importância para quem as tirou. Quase que ponho as mãos no lume em como o larápio não era imigrante ilegal ou legal. Quantos imigrantes cá temos? Infelizmente já muito menos. Infelizmente ,porque a situação económico do país deteriorou-se, e eles rumaram a outras paragens. Mas ainda cá temos uns milhares. Quantos crimes praticaram? Este, e mais quantos? Centenas? Milhares?
Nos anos 60 e 70 quantos foram daqui a salto para a França, Luxemburgo, Alemanha, etc.? Chegaram lá todos ilegais. Não é verdade? Aqui somos 10 milhões. E sabem quantos estamos espalhados pelo mundo? Cerca de metade. 5 milhões. É verdade que somos bem vistos por lá. Ainda bem! Só nos dignifica. Mas seremos todos uns santinhos? A grande maioria das intervenções aqui feitas sobre a matéria, aqui e não só, devemos compreendê-las. A aversão ao estranho, ao diferente, ao que vem de fora, é uma coisa primária. Portanto, é lamentável, mas devemos tolerar. Agora algumas não!( no caso concreto, uma delas) Porque têm a ver com outros sentimentos. Trata-se de puro racismo, xenofobia e total intolerância que roça o ódio.
Bom dia!
Francisco Ramalho

Corroios, 28 de Fevereiro de 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.