quinta-feira, 10 de março de 2016

MARCELO IDOLATRADO

O tema do programa interativo “antena aberta” da rádio pública na quinta-feira, foi o novo PR. Com duas exceções num total de umas 14 ou 15 intervenções, os ouvintes consideraram o discurso da tomada de posse muito bom, ou, alguns, mesmo excecional. E previram que o seu mandato será muito bom. Houve uma senhora que se emocionou até ao choro.De alegria, afirmou. Indignação quase geral, foi o sentimento pelo facto do PCP e do BE não terem aplaudido o referido discurso. Ouvi o programa todo e lembrei-me do que o Guerra Junqueiro, disse sobre nós: “Um povo imbecilizado e resignado...”. Como é fácil convencê-lo! Não está em causa a simpatia e, esperemos, o espírito dialogante de Marcelo Rebelo de Sousa. Mas daí a ser assim idolatrado… Ente tantos, deixo aqui estes dois exemplos indicadores de mais uma desilusão a somar às que esta gente anda a sofrer há 40 anos: lembrou um dos dois ouvintes discordantes, e bem, que Marcelo jurou cumprir a Constituição. Leiam o artigo 7º… Outro exemplo; Informem-se quem é o seu assessor para a área económica! Claro que pior que Cavaco não será, mas daí inferir-se que será o salvador da Pátria! 120 depois, a opinião do autor de “Pátria” não estará atual?
Francisco Ramalho

Corroios, 10 de Março de 2016

Hoje no DN e amanhã no Destak

2 comentários:

  1. Caro Amigo, não estou de acordo com a generalidade do seu texto, mas aceito a sua opinião. Todavia, também não
    quero que MRS venha a ser o "salvador da Pátria", mas, tão somente seja um presidente que consiga a coesão nacional.

    ResponderEliminar
  2. Por ter utilizado a expressão que utilizei, com certeza que o amigo Amaral não pensará que acredito em salvadores da Pátria! Individualmente não os há, e mal de nós se tivéssemos de gramar algum que disso se arrogasse. E pessoalmente nada tenho contra MRS, antes pelo contrário. No plano pessoal,trata-se de uma pessoa simpática e afável. Agora quanto à coesão nacional, é melhor esperarmos sentados. Já agora aproveito para dizer que lá em cima queria dizer 120 anos.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.