quarta-feira, 2 de março de 2016

Sou um marginal domesticado


Sou um marginal domesticado
Pela correnteza da vida
Sinto-me muito frustrado
Com tal situação sentida.
E não querendo ser o que sou
Ser o que outro alguém sonhou
Quedo-me em tempos de espera
Parado – sozinho - na mesma era.
Portanto, domesticado da vida
Frustrado em situação sentida
Sou apenas o que sou
Que alguém talvez sonhou
Neste viver sempre à espera
Postado na mesma era.
José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.