segunda-feira, 11 de abril de 2016

DIGNOS DE COMISERAÇÃO

                                               DO DOMÍNIO DO GROTESCO
Um grupo de “pobres diabos” do meu distrito arrebanhou-se e foi em fila ruidosa a Espanha abastecer de combustível as viaturas, com o pretexto de que, no seu país, é muito mais caro.
Entrevistados alguns, e questionados quanto “poupariam”, respondiam que dava para poupar dez euritos; perguntando a repórter se valia a pena, tendo em conta o combustível gasto na ida e volta e o próprio desgaste da viatura, arranjavam um argumentário para justificar a si próprios o disparate.
Pode parecer uma “barbaridade”, mas eu costumo comentar, em situações deste tipo, que “olha-se-lhes para a cara e está lá tudo”.
Na verdade, é perfeitamente racional que aqueles que residem em localidades de fronteira, os que lá precisam de ir por motivos diversos, os profissionais dos transportes que por lá passam aproveitem para abastecer; mas estes que se prestaram a uma tal “procissão” apenas revelam o patamar em que estacionaram…
                                        Amândio G. MartinS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.