quinta-feira, 7 de abril de 2016

Não apaguem os faróis


O comportamento humano
é cada vez mais inumano.
Não existindo comunhão
caminha-se para a excomunhão.
Tudo está vulgarizado
mesmo à mão de semear;
quem for contrariado
logo vai ameaçar.
E tudo é permitido
sem haver contenção,
caminha-se só no sentido
rumando à perdição.
Para quê um farol, então,
avisando a navegação,
se já ninguém descodifica
tanta ameaça terrífica?
José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.