domingo, 15 de maio de 2016

Dois pensamentos existenciais

1 - As sociedades ditas de sucesso só o são à custa da produção desenfreada de bens, mesmo não essenciais, que não façam falta, ou até sejam letais. Veja-se, por exemplo, a indústria bélica das armas.
Portanto, produção e consumo não são meios que levem uma sociedade até ao paraíso; pelo contrário, poderão levá-la até à sua extinção, e consequente colapso do nosso habitat natural – a Terra.

2 – Todo o excesso é prejudicial. Logo, atentemos para a quantidade de pessoas que não ligam patavina ao seu semelhante, nem com ele dialogam. Contudo, é vê-las agarradas – quase reféns - ao telefone móvel, o qual é para tudo, menos para falar por necessidade, mas tão-somente para bisbilhotarem a loucura colectiva contida nas redes sociais, aonde existe ‘muita parra e pouca uva’.

José Amaral

2 comentários:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.