segunda-feira, 30 de maio de 2016

Dualidade de critérios


Algures na Terra a caminho do fim dos tempos, em que já nenhum deus consegue impôr os seus conselhos, uma criança caiu no fosso da jaula de um gorila, pelo que, na iminência de perigo para a criança, se optou por matar o símio.
As autoridades irão responsabilizar, e bem, os pais da criança por não a terem guardado como se impunha, evitando-se também a morte do infortunado gorila.
O mesmo não se passou com o casal de ‘orangotangos’ que, no Algarve, descurou a sua prole em solo estranho, pelo que uma das suas ‘crias’ desapareceu sem deixar rasto.
As autoridades nada fizeram para castigar o descuidado e criminoso casal.
Lembram-se do caso?


José Amaral

1 comentário:

  1. Muito bem comparado Amigo Amaral. No entanto, convém não esquecer que um caso se passou em Portugal e o outro nos EUA onde as leis talvez não sejam iguais ou a justiça funciona melhor.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.