quinta-feira, 19 de maio de 2016

GRAU ZERO

                                                                    COISAS BEM TRISTES

Uma batota que se repete de ano para ano, à vista de todos; de tal forma que, dizem especialistas, até um sorteio seria mais justo do que o actual sistema de colocação de alunos no Ensino Superior, tal é o vergonhoso recurso à inflacção de notas por parte de alguns colégios privados – escreve Rafael Barbosa, na sua coluna de hoje no JN.
Um tanto inconscientemente, julgo eu, uma daquelas mães que têm andado com os filhos no “folclore” amarelado contra o Ministério da Educação confirmava isso mesmo, afirmando que o seu filho, no Ensino Público, chumbava muito; desde que passou para o privado tem tido sempre notas altas…
À cabeça do bando agora detido pela PJ estão advogados, um deles vice-presidente de Marinho Pinto no grupelho (PDR) por este fundado. Um manancial de belas surpresas, este Marinho Pinto, desde que enveredou pela política, autoproclamando-se um “regenerador”.
Um professor universitário, atacado pela inveja, acusa Tiago Brandão Rodrigues de ter embolsado dinheiro público, aquando do seu processo de doutoramento, acusação que a Fundação para a Ciência e Tecnologia diz ser falsa e que já é a segunda vez que é feita pela mesma pessoa, o que levou outro professor universitário a garantir que Tiago Brandão Rodrigues foi uma das mentes mais brilhantes que passaram pelo Departamento de Bioquímica da Universidade de Coimbra e que os jóvens mais brilhantes podem ser vítimas de inveja e ciume.
Enfim, a podridão e a canalhice podem estar alojadas nos mais insuspeitos lugares de uma sociedade cada vez mais doente. Até neste inocente cantinho!

                                              Amândio G. Martins


2 comentários:


  1. Até que enfim, uma carta que toda a gente percebe e que termina com uma indirecta magistral, dirigida ao seu amigo, admirador e bajulador o senhor Francisco Ramalho. Os meus parabéns.

    ResponderEliminar
  2. O que é que eu tenho a ver com este texto? Com o qual, aliás, concordo! Amigos/as responsáveis por este blogue, assim as coisas descambam! quem duvida que o autor do comentário acima é um miserável provocador?

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.