quarta-feira, 1 de junho de 2016

Momento


Talvez volte outra vez a ser poesia
Poesia carne, sangue e sentimento!
Talvez no meio da noite nasça o dia!
Talvez seja poesia este momento!

A incerteza é luz nas minhas trevas
É o saber que ainda há horizonte
Depois de vencidas tantas guerras
Não secará jamais a minha fonte!

Seguro no pensamento um dia eterno
Um rio de águas profundas, cristalinas
Um abraço, um grito, um gesto ameno
Tudo o que seja amor e seja vida!


Joaquim Carreira Tapadinhas  -  Montijo


1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.