domingo, 19 de junho de 2016

Se à terceira não for de vez ...

Com bacalhau graúdo islandês tão indigesto colocado no 1º prato do Euro 2016 de Futebol, a bem artilhada comitiva portuguesa, no gramado da nossa desilusão colectiva, quase que se engasgava por completo, pois teve imensas dificuldades em separar as espinhas.
No segundo repasto a ementa não foi melhor. E, enquanto os convivas dançavam uma valsa vienense, os fracos estômagos dos lusitanos fartaram-se de regurgitar.
Agora seguir-se-á o 3º prato gastronómico a ser deglutido em compita com convidados magiares, que toscos não são em manejar os talheres.
Se à terceira não for de vez é porque a praga dos 3 efes – Fátima, Futebol e Fado – é muito superior a qualquer engenhoso trio de ataque da nossa sempre hiper habilitada Equipa da Quinas.
A ver vamos.

José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.