segunda-feira, 25 de julho de 2016

O FASCISMO DA UE

As anunciadas sanções da União Europeia a Portugal são uma imposição ridícula e fascista por parte de uma instituição completamente desacreditada. Aquilo que o nazi Schauble e os seus aliados querem impor deriva de uma organização que ficou inteiramente em cacos depois do "Brexit" inglês e que de "união" nada tem, a não ser, a espaços, no campo financeiro. Além do mais, o presumível "incumprimento"  deve-se ao governo Passos Coelho, que seguiu as directivas de Bruxelas e que pôs o país de rastos, e não ao governo de António Costa, suportado pelo BE, pelo PCP e pelo PEV. Temos toda a legitimidade de resistir e protestar face ao fascismo de Bruxelas e de Berlim, inclusive de abandonar esta UE completamente podre, sem qualquer futuro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.