terça-feira, 12 de julho de 2016

Preso por ter e não ter cão! Será?

Na mente do senhor PR, o ‘impoluto’ cidadão Durão Barroso atingiu o topo da vida empresarial, com se ele, apodado de cherne, tivesse sido um empresário de sucesso nas pescas.
A sua longa ‘vida empresarial’ foi ter sido secretário de Estado, ministro, líder do PSD, primeiro-ministro refractário, e presidente da Comissão Europeia.
Para além da sua ‘produtiva vida empresarial’, podemos afirmar que ele manchou de sangue o nosso milenar território, ao oferecer a Base das Lajes para aí ser alinhavada e levada a cabo a sanguinária cimeira, que iniciou a guerra e toda a mortandade no Iraque, aonde armas de destruição em massa – diziam -,existiam por todo o território iraquiano.
Atingir-se o topo empresarial no cume no tenebroso e tentacular megabanco Goldman Sachs, a troco da módica quantia de 5 milhões/ano, diz bem em que mãos está a banca mundial, sem nos esquecermos do caos financeiro – roubos astronómicos – em que se afundou a banca portuguesa, em que os clientes e contribuintes têm sido chamados, a fim de evitarem o colapso total do sistema financeiro do país.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.