terça-feira, 9 de agosto de 2016

Agosto em Portugal

Agosto, para além da vinda dos nossos queridos emigrantes, é um mês de eleição para férias.
Tem tudo que o veraneante gosta de ter: calor, sol a rodos, belas praias, deslumbrantes paisagens, óptima comida, diversão, festas e romarias mil. Enfim, um sem fim à sua disposição, logo que seja portador de suficientes euros.
Por outro lado, temos um Portugal submetido a uns tantos criminosos, que não precisando de ler qualquer cartilha de destruição do apregoado EI, provocam o caos dantesco com incêndios por tudo quanto é sítio, ainda por arder.
A braços com este Portugal queimado, resta-nos aguentar a canícula estival, enquanto tais malvados não sejam entregues à justiça e não somente a psicólogos para aquilatarem tais dantescas taras e manias, em vez de se cortar o mal pela raiz, pois não se concebe ignições espontâneas às tantas da manhã.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.