sábado, 27 de agosto de 2016

Já fiz uma abordagem

Já fiz uma abordagem, acerca das ‘cultas’ pessoas que instadas a dizer o que fazem, elas assim respondem: ‘não faço nada! Compro tudo feito’, com se tal afirmação fosse tida como uma mais-valia para o enriquecimento pátrio e um caso de extrema honradez.
Entretanto, ouço outros ou idênticos ‘cultos’ cidadãos dizerem que os de cima roubam tudo, como se esses cidadãos de baixo, se pudessem, faziam exactamente o mesmo.
A tal exemplo, aqui vos deixo com o diálogo que ouvi, aquando de um velório e enterro.
- Então pá, estás de férias?
- Não, não estou! Já estou reformado.
- Já, como assim?
- Aos 55 anos meti baixa e estive nessa situação durante três anos, pois tive um médico amigo que me pôs nessa situação; e de seguida fui dois anos para o fundo de desemprego, para, de seguida, meter os papéis para a reforma. Durante todo esse tempo foi sempre a meter dinheiro no bolso.
Ó Portugal, Portugal! A ladroagem tomou conta de ti a todos os níveis sociais.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.