quarta-feira, 31 de agosto de 2016

MORREU A ACTRIZ ANNA PAULA. O TEATRO PORTUGUÊS FICA MAIS POBRE


Resultado de imagem para anna paula
A actriz Anna Paula, de 87 anos, cuja carreira passou sobretudo pela televisão, em telenovelas como "Vila Faia" e em filmes como "O Costa d´África", morreu esta manhã na Casa do Artista, em Lisboa, indicou a instituição à agência Lusa. De acordo com a Casa do Artista, o corpo da actriz seguirá para a Basílica da Estrela, em Lisboa. Ana Paula, nome artístico de Maria Zulmira Pereira Lemos Zeiger, nasceu a 26 de maio de 1929, em Braga, foi actriz, professora de teatro e dramaturga. Com uma carreira premiada, iniciada nos anos 1940, teve participações na televisão, no cinema, na rádio, em dobragens e no teatro, tendo trabalhado, nomeadamente, na Companhia de Teatro Amélia Rey Colaço/Robles Monteiro, no Teatro Estúdio Lisboa, e no Teatro Experimental do Porto. A partir de 1981 integrou o elenco fixo do Teatro Experimental de Cascais e, nessa altura, entrou na série televisiva "Retalhos da vida de um médico". Foi professora de interpretação da Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, e também participou nas telenovelas "Cinzas", "Na Paz dos Anjos", "Os Lobos", "Nunca Digas Adeus", "Baía das Mulheres", e "Ninguém como tu". No cinema, estreou-se em "Sol e Toiros" (1949), do realizador José Buchs, que relata a história de amor entre um toureiro e uma costureira que queria ser atriz de teatro. Neste filme participaram as fadistas Amália Rodrigues e Fernanda Baptista. Pelo seu trabalho, Anna Paula foi condecorada pela Câmara Municipal de Cascais, em 1994, e recebeu o prémio de "Melhor Actriz de Teatro Declamado", entregue em 1985 pela Associação dos Críticos.

Informação de última hora baseada através do Correio da Manhã, online, de 31 de Agosto de 2016

1 comentário:

  1. Como é possível o Amigo Mário de Jesus estar sempre em cima do tempo e do acontecimento? Parabéns, pois toda esta informação contribui para educar quem tem a sorte de encontrá-la, porque conhecer os factos é ser culto.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.