quarta-feira, 10 de agosto de 2016

NOTICIA DE ÚLTIMA HORA




É inédito, pela primeira vez, um grupo de grandes empresas portuguesas uniram-se e vão ajudar financeiramente o Estado Português a implementar o mais que adiado projecto de cadastro da floresta portuguesa, o único meio de se poder planear a longo prazo o futuro sustentável da nossa floresta. Este projecto tem um custo estimado de 750 milhões de euros, e as empresas contam entre si reunir as verbas para colmatarem esta fragilidade que tão grande impacto tem na vida do nosso país.
Uma palavra de reconhecimento e agradecimento público a estas empresas, motor do nosso desenvolvimento, exemplos de uma cultura de negócio com sentido ético e de cidadania.
E sem bem não queriam que se soubesse, aqui divulgamos os seus nomes, para que saibamos a quem dirigir o nosso eterno bem hajam:

Petróleos Portugal –PETROGAL
PINGO DOCE – distribuição alimentar
Modelo Continente hipermercados
EDP
GALP
TAP
MEO – Serviços de Comunicações e Mulrimedia
SAIPEM Portugal
REPSOL Portuguesa
VOLKSWAGEN Autoeuropa
BP Portugal
AUCHAN Portugal Hipermercados
PORTUCEL, SOPORCEL
NOS comunicações
VODAFONE Portugal

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.