segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A quebra do sigilo bancário


A quebra do sigilo bancário, segundo um comentarista televisivo domingueiro, é uma autêntica devassa da vida privada das pessoas.
Logo, esse comentador de grandes palas e de estatura anã, só fala do que lhe convém, extensivo aos seus correligionários de grupo que, em súcia, afirmam que o dinheiro que está nos bancos vai escapulir-se em direcção aos Panamás papers, Bahamas papers e outros iguais, paraísos infernais, para onde todos os trafulhas e sugadores de todos os povos isso fazem,
Mais afirmou, tal palrador dominical, que o Estado Fiscal duvida de todos nós, o que é inqualificável, disse ele.
Só lhe fazemos a seguinte pergunta: será que a polícia só faz operações stop aos automobilistas referenciados por algum incumprimento legal?
Honestamente, responderá: claro que não! Só são apanhados os que cometeram alguma infracção.
Então, em que ficamos e qual é a devassa no caso em apreço?

José Amaral


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.