terça-feira, 20 de setembro de 2016

A SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE...NOS TRANSPORTES


Resultado de imagem para semana europeia da mobilidade 2016 lisboa
A edição deste ano de 2016, da “Semana Europeia da Mobilidade”, a que foi dado o slogan, muito interessante e de certa forma muito cativante, a que foi da “Mobilidade Inteligente, Economia Forte”, e a despertar a atenção, em especial, de todos os milhares de utilizadores diários dos transportes públicos, em especial da zona da capital (p.e) e que decorre desde do passado dia 16 prolongando-se até ao próximo dia 22 de Setembro de 2016, iniciativa esta que abrange para além da capital, mais cerca de 53 municípios. Iniciativa “louvável?”, que decorre este ano sob o tema “Mobilidade sustentável e inteligente – um investimento para a Europa” e, de acordo com a informação disponibilizada no site da Agência Portuguesa (APA), visa chamar a atenção para os benefícios… (benefícios? acrescento eu sorrateiramente, que ninguém nos está a ouvir), para a economia local “de um correcto planeamento e de uma utilização nacional de transportes, passei a citar.
Este ano, em Portugal, aderiram a esta iniciativa 53 localidades. Esta acção dirige-se às empresas e instituições sediadas ou com instalações (p.e.), no concelho de Lisboa, que devem incentivar os seus trabalhadores a deslocarem-se nestes dias, de trotinete, de patins com rodas ou de patins em linha. Agora sem qualquer espécie de ironia a deslocarem-se por exemplo de bicicletas. Ou então de carrinhos de esferas, como nós, em especial aqueles “rapazes” os da minha época, aqueles mais antigos, quando brincávamos quando tínhamos oito, dez anos.  
Não deixa de ser deveras interessante esta iniciativa, vindas de alguma(s) “cabecinha(s) pensadora(s)”. Assim o que acontece, em especial na minha cidade, nesta “Semana Europeia da Mobilidade”.
O Metropolitano de Lisboa, qualquer que sejam as linhas; Linha Amarela ou Girassol; Linha Azul ou Gaivota; Linha Verde ou Caravela ou Linha Vermelha ou Oriente, deixam de ter nesta semana tantas interrupções ou perturbações e como tal atrasos, que por vezes chateiam os utentes e utilizadores (mais nervosos e sem motivos aparentes), mas prejudicando-os em todos os aspectos e para quem pagou com antecedência o seu título de transporte. Quando não são as greves.
Os comboios, em especial os que servem a linha de Sintra-Alverca-Sintra, (é o que conheço melhor), alguns comboios são quase todos os dias suprimidos e verificando-se todos os dias os habituais e cansativos atrasos que já foram algumas vezes denunciados na comunicação social, mas sem solução.
A Carris, suprime carreiras, e os respectivos autocarros não chegam para o elevado número considerável de utilizadores.
Os barcos da Transtejo, os seus funcionários de quando vez enquanto lá se lembram de fazerem os grevezinhas, só para chatearem aquele pessoal que trabalha de verdade.
Como tal, é bem visto fazerem a “Semana Europeia da Mobilidade” que decorre entre os dias 16 a 22 de Setembro, e os “espertos oportunistas” fizeram bem em nos convidarem a utilizar outros meios de transportes e, assim não há desgaste de combustível, energia eléctrica, desgaste de material, etc.etc.
Ainda, há quem afirme que em Portugal, que não temos gente com visão. Ó se temos. Temos, temos. Que são os oportunistas.

(Texto-opinião, publicado na edição Nrº. 46040 do Diário de Notícias da Madeira de  22 de Setembro de 2016) 

MÁRIO DA SILVA JESUS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.