quinta-feira, 15 de setembro de 2016

AO NOVO DIRECTOR DO "PÚBLICO"



Vem aí uma nova direcção no “Público”, saudamos com apreço – e já nostalgia -  a Bárbara Reis e a equipa que a acompanhava e desejamos bons augúrios ao novo Director.
A anterior direcção deu espaço – curto, mas ainda assim deu – à opinião do leitor, naquilo a que chamou “Cartas à Directora”. Esperamos, desejamos, que quem agora se senta na cadeira, mantenha esse “cantinho” de jornal, e o amplie caso seja seu desejo (porque se quiser pode), publicando independentemente da sua linha programática ou política, as opiniões de leitor, aceitando-as de largo espectro, reflectindo uma ética da diversidade, da pluralidade, do apreço pela opinião – venha de onde venha – desde que válida e boa.
Todos os tempos de mudança são bons, para quem parte, para quem chega.  Anunciam entre outras coisas novas expectativas, não se pode no entanto deixar de referir em sublinhado, que a direcção anterior compreendeu o espaço do leitor, aceitou e publicou, muitas vezes a contra-corrente da sua linha editorial, opiniões extravagantes, menos alinhadas, não arregimentadas e outras também ao sabor da “corrente”. Permitiu assim que outros com um olhar diferente mas não de viés, mesmo que só ligeiramente diferente, pudessem ver publicadas - logo partilhadas - as suas ideias e opiniões sobre o mundo dos homens, dos outros seres e das coisas.
Esperemos que assim continue a ser.
Um jornal de referência apura-se com três ingredientes fundamentais:
Bons jornalistas que escrevam bem, jornalistas principalmente honestos com a sua consciência, e leitores estimulantes (que gostem de ler o jornal e o desafiem, participando com a sua opinião de cidadania).
Convido pois, como leitor e escritor de “cartas sobre o quotidiano”, a nova Direcção a considerar-nos nesta nova aventura de um jornal em mudança de página.
Despeço-me (talvez só provisoriamente, não sabemos onde nos vamos encontrar no futuro) da anterior Direcção, enviando um abraço e agradecimentos pessoais.
Cumprimento animadamente o novo Director, desejando o melhor dos sucessos e que todos participemos.

Luis Robalo


www.luizrobalo.blogspot.pt 


Esta carta foi enviada a toda a Direcção cessante do Jornal "Público" em 15 de Setembro de 2016  

2 comentários:

  1. Boa achega, Luís!!!
    Vamos ver o que fará este novo diretor, relativamente ao espaço do leitor!!!!
    Enviou este texto às Cartas à diretora?
    SEria bom...

    ResponderEliminar
  2. Enviei o texto também às cartas à directora.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.