domingo, 4 de setembro de 2016

Tanta fraude, tanto crime,...

"Quem rouba um pão é ladrão.
Quem desvia milhões é 'engenheiro financeiro'!»
Al Fredo, poeta desconhecido

A mega fraude/crime do BPN, ainda não terminou para os bolsos dos contribuintes e, no final, a factura pode ultrapassar os €9 mil milhões! Oliveira e Costa é a cabeça dos acusados de vários crimes: burla qualificada e falsificação de documentos, entre muitos outros. Depois deste processo se ter arrastado durante anos (!), a leitura da
sentença será (?) no 1º trimestre de 2017. O mentor desta «obra», o supra-citado, pouco tempo esteve preso e por ser «velhinho» coitadinho e estar (diz-se) doente foi
posto em liberdade... Pasme-se! Tanta, tanta benevolência para quem causou insolvências, tanta dor e ranger de dentes, suicídios ,
 «engenharia financeira» e monumentais desvios...  E nos fez (abusivamente) pagar tanto desmando/cambalacho. A imprensa revela que, após a sentença, os arguidos condenados ainda podem recorrer para a Relação. O processo estará para lavar e durar... porque para quem tem advogados pagos a peso de ouro, o litígio dura, dura... 
até à prescrição?!

                             artigo de opinião da autoria de Vítor Colaço Santos 



Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.