terça-feira, 18 de outubro de 2016

Folhetim de faca e alguidar


Pessoal vou vos contar
O que se está a passar:
Foi a caça ao ‘Palito’
E, agora, ao ‘Piloto’.

O primeiro já foi preso,
Em fuga está o segundo;
Portugal está surpreso
Com tão letal furibundo.

E com tanto aparato
Na busca a tal patife
Sendo o mais caricato
A sua grande arteirice.

Para tal se evitar
E terminar a tensão
Era atirar a matar
Evitando-se a confusão.

Assim, tudo acabava:
Era morto o criminoso
Mais peçonha não restava
Terminava o raivoso.


JA

4 comentários:

  1. Estava a brincar... hoje a vida vale pouco; mata-se com uma frieza tal que parece termos voltado ao tempo da barbárie

    ResponderEliminar
  2. Está desculpada desde a 'nossa que biolência ...' Eu é que já me sinto um pouco demente, mas é da idade.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.