domingo, 6 de novembro de 2016

Caixa Geral dos nossos Depósitos



 Também vou pagar com os meus impostos em dia, os honorários milionários da equipa administrativa da CGD. Faço, como milhões de concidadãos,
a minha declaração de rendimentos. Exige-se que o presidente da CGD declare o património e seus rendimentos. Estas declarações são obrigações constitucionais. Ponto. Condição primeira para que Portugal avance e dê continuidade ao Estado Social. Cumpra-se com a lei!
    O PS e o Governo puseram-se a jeito (não têm mais nada em que pensar/fazer?) para serem alvos, e com razão, duma chuva de criticas. Desde os
demolidores sociais - PSD/CDS, que adiaram, durante 4 anos, o assunto CGD , até à Esquerda reformista, todos questionam este peculiar imbróglio injustificado... A falta de transparência, a continuada irresponsabilidade dos banqueiros, as suas incompetências e desmandos fizeram com que o erário público (todos nós) lhes injectássemos muitos €mil milhões!, para os mesmos bancos!! Tudo isto configura conluio e inimputabilidade. 
Acrescente-se, por enquanto... mais €4 mil milhões para recapitalizar a CGD.
    A ética Republicana tem de prevalecer.

                                     artigo de opinião de Vítor Colaço Santos





Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.