terça-feira, 22 de novembro de 2016

Futebol

Vamos lá falar do desporto rei e dos intervenientes nas provas europeias e milionárias. Em Lisboa no estádio de Alvalade, defrontaram-se o Sporting Club de Portugal e o Real Madrid. A equipa merengue acabou por ganhar o confronto, mas o SCP deu uma boa réplica mesmo depois de ficar a jogar com menos uma unidade devido à expulsão directa do leão - João Pereira. Mas o rugido dos verde e branco continuou firme, e atemorizou por vezes a equipa líder da La Liga. O Real acabou por ganhar tal como se prognosticava antes da partida começar. Mas há um jogador, que ao que dizem é o melhor do mundo, e eu gostava de saber se tal atleta esteve em campo. É que se esteve, ninguém deu por nada a não ser por, banalidade. Eu desafio um qualquer jornalista, um espectador, quer vissem o jogo em casa ou no estádio, se viu esse publicitado jogador a fazer um chuto, uma cabeçada, a bater um livre com perigo, um drible mágico ou vistoso apenas, ou outra coisa própria de artista tão badalado. Desafio alguém a atestar ou testemunhar, se deu por tal craque a mostrar o talento que lhe colam constantemente nos diários da nossa "aldeia desportiva". Creio que quem se deslocou a Alvalade para ver CR7 a fazer maravilhas saíu de lá frustrado e com o frio da desilusão. O SCP perdeu pela diferença mínima à semelhança do que acontecera em Madrid no jogo da 1ª mão. Os de Alvalade fizeram um bom jogo, mas não somaram os pontos de que necessitava. Enquanto isto, na Dinamarca, o Futebol C. Porto, defrontava o Copenhaga, clube que também precisava de vencer para ultrapassar o FCP, e manter-se na corrida do apuramento para continuar na Champion´s, mas o jogo terminou com um empate sem golos. Usando a linguagem do treinador dos azuis e brancos, a equipa do Porto, pecou no capítulo da finalização, não foi efectivo, ou seja não foi eficaz e isso penalizou-os. O FCP foi bem melhor do que a equipa dinamarquesa, foi mesmo superior, mas não conseguiu chegar ao golo apesar das oportunidades de que dispuseram. Não saíu vencedor de Copenhaga por culpa própria e não por culpa de factores estranhos, como às vezes disso faz discurso à posteriori, para justificar idênticos falhanços. A noite começou fria e tornou-se mais gelada, quando os árbitros deram por terminados os jogos em Lisboa e em Copenhaga, para tristeza dos adeptos lusos. Haja esperança, que não está tudo perdido. Dizem os mais optimistas!


1 comentário:

  1. O Sporting teve um excelente resultado. Espero que o Benfica logo tenha outro igual. O Benfica o Porto e a Selecção. Ontem à noite era futebol nos dois canais públicos e em todos os outros...A alienação futebolística está muito pior que no tempo do fascismo. Não está em causa a modalidade que é interessante. Está em causa o resto... É o massacre completo. Estou farto!

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.