domingo, 13 de novembro de 2016

MERCADO E EDUCAÇÃO

Educar, dentro do mercado, equivale a domesticar. Crescemos amestrados. Família, escola, religião e media vão-nos integrando progressivamente no mundo do mercado. Segundo o padre Mário de Oliveira, "nascemos cercados de respostas prontas a usar". A pergunta, a dúvida, o questionamento não são estimulados. Tudo parece bem programado. Os pais exigem que os filhos tenham sucesso e se vendam ao poder e ao dinheiro. Só que muitos falham. Têm dúvidas na adolescência e na juventude. Procuram alternativas ou então caem na depressão, no desespero, no suicídio. Não se adaptam à sociedade cruel da competição. Há sempre algo que os persegue, que os castra. Não são livres. A vida não faz sentido.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.