quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Ó Mãe

1 comentário:

  1. Quem me dera dedicar uma coisa tão bela à minha mãe. Quem me dera ter a inspiração do amigo Zé Amaral. Belíssimo! Obrigado amigo Zé!

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.