sexta-feira, 11 de novembro de 2016

TODO O MUNDO É COMPOSTO DE MUDANÇA




Agora que foi eleito um homem pequenino, um pigmeu (sem ofensa para os autênticos) boçal e primário para a presidência da grande potência mundial,começo por citar o nosso príncipe do Renascimento, o visionário, o humanista, o poeta universal Luís Vaz de Camões : “ Todo o mundo é composto de mudança...”. Curiosamente, nestes tempos de tão grande incerteza e apreensão, e sem pretender fazer comparações com o genial autor de “Os Lusíadas”, um dos nossos, um homem sério, um humanista à sua maneira, pelas altas funções que vai desempenhar , volta a ser alvo dos olhos do mundo; António Guterres. Mas voltando ao pigmeu boçal e primário que foi agora eleito, quem anda minimamente informado e tem dois dedos de testa para pensar, sabe que o foi, primeiro, porque a outra, a preferida dos donos disto tudo (DDT) lá do sítio, não era alternativa à situação anterior. Segundo, porque a situação anterior, foi a responsável pelo pigmeu ter sido eleito. E aqui entra em ação o premonitório Camões: “todo o mundo é composto de mudança,tomando sempre novas qualidades” ou seja, os sistemas, tal como os impérios, têm 3 fases: ascensão, apogeu e queda. Assim, quem duvida que o capitalismo e o imperialismo norte-americano, quais feras feridas, atingiram o apogeu? Portanto, resta-lhes a queda. Vai ser fácil e rápida? Claro que não! E as feras feridas são as mais perigosas. Mas,a sua queda, será inevitável.
Por um amanhã bem mais pacífico e justo, e até por um imperativo moral, contribuamos para isso.
Francisco Ramalho

Corroios, 11 de Novembro de 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.