sábado, 7 de janeiro de 2017

A 7 DE JANEIRO DE 1949 - II Conferência da União Nacional




A 7 de Janeiro de 1949, com a presença de António Oliveira Salazar, membros do Governo e outras entidades, é inaugurada, no Palácio de Bolsa, na cidade do Porto, a II Conferência da União Nacional Marcelo Caetano, futuro presidente do Conselho de ministros, está presente na sua qualidade de presidente da comissão executiva da União Nacional.
Na abertura da conferência, o Chefe do Governo abordou asa relações existentes entre o regime ditatorial vigente e as várias áreas da sociedade de então, nomeadamente os partidos, as liberdades, os trabalhadores e a Igreja. Teceu, ainda, comentários sobre a Sociedade Internacional e a evolução futura do regime.
O encerramento da conferência teve lugar a 9 de Janeiro desse ano.

1 comentário:

  1. A história é uma componente da herança nacional que não pode ser apagada, embora, nalguns momentos, haja interesse obscuro em ocultá-la. Uma nação é um espaço com um conjunto de pessoas, monumentos, valores, costumes, etc. que são valorizados, muitas vezes, conforme as épocas em que o exames se realizam. Hoje, o ter sido um país colonizador, visto à luz dos conceitos actuais não é assim tão abonatório. A algumas dezenas de anos, a Europa, viveu um período em que a grande maioria dos países influentes eram ditaduras, de direita ou de esquerda. Hoje todo esse espaço é gerido pelos diversos sistemas democráticos, salvo uma ou outra excepção. É a vida dos povos, que lhes fica para sempre colada na pele e não há nada a fazer, porque o passado não se muda. Trazer à luz do dia acontecimentos que influenciaram a vida dos cidadãos é um bom contributo social.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.