domingo, 1 de janeiro de 2017

A ÉTICA



Hoje é Dia Mundial da Paz. Há algumas horas aconteceu mais uma uma carnificina. Desta vez, em Istambul, na Turquia. Aliás, país que, como se sabe, pratica ele próprio, o seu governo,o pior dos terrorismos: o terrorismo de Estado. Prende jornalistas, professores, advogados, juízes etc., ou seja, coarta a liberdade de expressão. E massacra o povo curdo que reclama a autonomia da sua pátria, e se bate heroicamente contra os fanáticos assassinos do auto-denominado Estado Islâmico. Mas deixemos a Turquia para outras crónicas... Hoje deixo-vos aqui uma sugestão: quem tiver possibilidade e se interesse pela natureza do estranho bicho que é o homem, ide ver o filme “ A luz Entre Oceanos”. Trata-se de um dramalhão de fazer chorar as pedras da calçada. Mas é um exemplo realíssimo da multifacetada natureza humana. Capaz do pior e do melhor. Mata-se da forma mais cruel e indiscriminada em nome de Deus, do egoísmo, da ganância, do poder, mas também se sofre, se é solidário, se dá até a própria vida pelo nosso semelhante e por nobres causas. Pela ética. E ela, a ética, que anda tão arredada nos nossos dias, convém ser destacada e praticada.
O filme de que vos falo, é sobre esta questão. E trata-a de uma forma sublime. Com interpretações fabulosas, principalmente dos dois principais protagonistas: Michael Fassbender e Rachel Weisz.
Aqui fica a minha prenda. Um ano o melhor possível para todos/as!
Francisco Ramalho

PS- A ética é estarmos à altura do que nos acontece.
Gilles Deleuze


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.