terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ASSIM NÃO, SENHORA MINISTRA!



Aquando do anúncio das cerimónias fúnebres do Presidente Mário Soares, a Ministra Leitão Marques  fez um apelo à participação dos portugueses nas cerimónias de Estado. Porque estou em crer que se Mário Soares pudesse hoje falar, teria criticado este gesto insólito numa democracia, lavro aqui este protesto. Os tempos do dirigismo e das ditaduras de esquerda, comunistas, ou de direita, acabaram. Não cabe a um membro do governo exercer qualquer tipo de pressão sobre os cidadãos, que se querem livres e a pensar pela sua cabeça. Fui fazer um breve estudo, e depois de 25 de Abril já faleceram os Presidentes Costa Gomes e Spínola, e não me lembro de qualquer pedido de nenhum orgão de soberania para participação nos funerais. No meu tempo de vida ocorreram também os funerais dos Presidentes Craveiro Lopes (1964) e do Presidente Carmona (1951). Não tenho de memória qualquer apelo de nenhum ministro da altura a solicitar a participação do povo, então em ditadura, nos funerais dos seus Presidentes, a não ser talvez no Diário afecto ao regime (Diário da Manhã). Mas Senhora Ministra, se foi esse o caso, actuar no estilo do Diário da Manhã do tempo de Salazar, não foi certamente uma boa inspiração, que Mário Soares teria prontamente repudiado se pudesse.

1 comentário:

  1. Face a esta opinião-protesto, gostaria de expressar o meu próprio pensamento. A mim, não me choca que uma ministra do Governo PS – legítimo -, ela mesma militante desse partido, no anúncio das cerimónias fúnebres com honras de Estado, apele à participação livre dos cidadãos no funeral do fundador e militante nº 1 desse partido. Não sou PS mas, ainda assim, não me atrevo a ver aí dirigismos ou pressões. Lembro que nem Costa Gomes nem Spínola pertenciam a qualquer partido cujos militantes, ministros ou não, pudessem fazer semelhante apelo. À senhora ministra nem lhe deve ter passado pela cabeça qualquer associação do seu acto às arregimentações do Diário da Manhã (que existiam mesmo).

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.