quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Má noite de Reis


Existe há muito um ditado que nos avisa que ‘de Espanha, nem bom vento, nem bom casamento’.
Agora, congeminei este outro, que na prática é mortal: - ‘de Espanha, os Reis Magos encarnam a lixeira atómica de Almaraz’.
Já não contentes os ‘nuestros hermanos’ em nos terem roubado a praça de Olivença e seu território há mais de duzentos anos, agora, as águas do Rio Tejo continuam a ser envenenadas por uma central atómica que deveria ter sido encerrada em 2010.
Portanto, vamo-nos a eles enquanto é tempo, pois ‘quem não se sente não é filho de boa gente’.
Viva Portugal! E morte àqueles que tudo calam e tudo consentem.


José Amaral

1 comentário:

  1. É mesmo assim, sem papas na língua, como sempre. Não vale a pena acrescentar seja o for, está tudo dito.
    Aceite, aquele abraço fraternal do,
    Mário Jesus

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.