terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Não sei …


Não sei se terei tempo disponível para ir a esse encontro.
Tenho tanto que fazer, que certamente não chegaria a horas para assistir ao espectáculo. Melhor será ficar para outra ocasião.
Lembrei-me mesmo agora que se quisesse estar convosco, tal não seria possível, pois tenho vários assuntos para a mesma hora, que alguns terão que ficar para mais tarde.
O tempo tem passado tão depressa, que nem me dei conta dele passar.
Ando tão ocupado, que não tenho tempo para (mais) nada.
Já o mesmo não tem cantado Rui Veloso, que nos diz ‘tenho todo o tempo do mundo para ti’.
Só que um dia chegará que tudo será cancelado, porque ao próprio funeral ninguém faltará.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.