terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

14 DE FEVERIERO - DIA DE SÃO VALENTIM


Resultado de imagem para dia dos namorados
O Dia de São Valentim, (Valentine’s Day, em inglês), tem a sua origem num acontecimento ocorrido na segunda metade do século III na cidade de Terni, a 75 Km de Roma. O Império Romano era governado, na altura, por Claudius II (268 – 270) que estava envolvido em diversas campanhas militares consideradas demasiadas sangrentas, o que levou a dificuldades na recruta de novos soldados para legiões romanas. Tendo o Imperador considerado que a razão destas dificuldades residia no facto dos homens não quererem abandonar as suas namoradas, esposas e amantes, proibiu todos os noivados e casamentos em Roma. Contrariando essa determinação, Valentim bispo de Terni, continuou a casar jovens apaixonados. Quando o Imperador do bispo Valentim, facto que ocorreu a 14 de Fevereiro de 270. Em 498, o Papa Gelasius santificou-o, passando o dia da sua morte a estar conotado com os apaixonados. As festividades em honra deste santo foram pouco a pouco substituindo as Lupercais, festa pagã da fertilidade que se realizavam em meados de Fevereiro. Durante a Idade Média, Valentim foi um dos santos mais populares em Inglaterra desde o século VII e dos Estados Unidos desde 1700. Em Portugal, a devoção a São Valentim é bastante limitada. Não conhecemos, por exemplo, nenhuma freguesia que tenha este santo como patrono. Já o mesmo não se pode dizer de outros países onde a popularidade do santo é evidente. Em França, por exemplo, existe, no coração de Champagne Berrichonne (departamento de I’lndre), uma localidade chamada Saint-Valentim.

4 comentários:

  1. Mais uma vez, uma utilíssima informação histórica. Obrigado ao Mário e que não perca o fôlego.

    ResponderEliminar
  2. Fiquei a saber mais, porque o Mário continua a ensinar-me muito.

    ResponderEliminar
  3. Eu é que todos os dias e cada vez mais, ando a aprender com todos vocês. Porque vocês é que me ensinam. E eu sinto-me feliz, por ter pessoas da vossa qualidade, pois aprendo muito que vocês.
    Recebam aquele abraço fraternal do,
    Mário Jesus

    ResponderEliminar
  4. Esta sim é a verdadeira "estória" do São Valentim. Não esta pseudo coisa comercial e hipócrita que vemos todos os anos neste dia. Obrigada Mário

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.