sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

A nossa primeira dama

Nas democracias europeias a área social está reservada: nas monarquias à rainha e nas repúblicas à primeira dama, no nosso caso, foi assim com Maria Barroso; com Manuela Eanes; com Maria José Sampaio e com Maria Cavaco Silva e hoje?

Ora, na actual presidência, não havendo primeira-dama assumida, vemos o nosso infatigável PR fazer também o papel de primeira-dama; representa bem esse papel, mas será que não descura outras obrigações perante o povo que representa? Ou trata-se apenas de tentar obter a maior taxa de popularidade possível, como capital necessário para tempos vindouros que o Prof. Marcelo sabe que não lhe serão fáceis?

Ezequiel Neves

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.