sábado, 25 de fevereiro de 2017

E se...


… António Domingues, candidato a um cargo de ricos, apenas quis esconder que é pobrezinho?

E se… ele apenas quis escamotear o facto de exercer as suas funções de administrador da banca comercial em regime precário e a recibos verdes?

Paremos todos de dar por adquirido que, ao esconder as declarações de rendimentos e património, ele não queria que se soubesse que é podre de rico, com um pecúlio angariado num sector que empobreceu tudo e todos enquanto se governava lautamente.

Nunca se sabe…

Público - 03.03.2017 - Com o título alterado para "Nunca se sabe". 

1 comentário:

  1. A pergunta que faço sempre é: como foi possível que o actual governo tenha convidado este "homem único..." para aquele cargo? Como não viram (ou viram, o que ainda seria pior!) que mesmo o valor técnico se enxerta sempre no homem total" que todos nós somos, cada um com as suas características?

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.