sábado, 25 de fevereiro de 2017

TRANSMISSÃO DO SPORTING-SP. BRAGA FOI GRANDE DIVULGAÇÃO PARA O FUTEBOL FEMININO


Transmissão do Sporting-Sp. Braga foi grande divulgação para o futebol feminino
Mais uma grande propaganda em prol e cada mais, para a divulgação do futebol feminino em Portugal, que foi proporcionada pela transmissão em directo no canal de televisão TVI24, , desde do palco do Estádio José de Alvalade, jogo referente à 18.ª jornada da Liga de Futebol Feminino – Allianz Seguros – F.P.F., entre os dois primeiros classificados, deste 32.ª do campeonato nacional de futebol feminino, que foi disputado entre o Sporting CP e o SC Braga, vitória da equipa leonina por 1-0, golo apontado ao cair do pano, através de uma grande penalidade, apontada por Solange Carvalhas, que coloca a equipa do Sporting CP, na frente do respectivo campeonato, e com vantagem de 3 pontos do que seu mais directo perseguidor, o SC Braga, depois dos dois emblemas, já se terem defrontado na 1.ª volta, e se ter registado um empate de 0-0. Devido à vitória das sportinguistas nesta jornada e o empatado alcançado na 1.ª volta por 0-0, vantagem para as comandadas do técnico Nuno Cristóvão, que têm assim as portas abertas para se estrearem-se e inscreverem o nome do Sporting CP no quadro de vencedoras no Campeonato Nacional de Futebol Feminino. 
Registar antes de mais a moldura humana que se vestiu, ao princípio da tarde de hoje, o Estádio José de Alvalade, e que suplantou provavelmente o recorde de números de espectadores presentes numa partida de futebol feminino em Portugal, em que estiveram presentes cerca aproximadamente de 9500 espectadores (números não oficiais).
Num campeonato nacional, que teve início na época de 1985/86, e que até à época de 1992/93, com a designação de Taça Nacional, e que teve a hegemonia total do Boavista Futebol Clube, passando na época de 1992/93, a designar-se como Campeonato Nacional de Futebol Feminino, cuja distribuição de títulos está assim divida: S.C. União 1º. Dezembro com 12 títulos; Boavista FC com 11 títulos; Gatões FC 3 títulos; C. Atlético Ouriense 2 títulos; C. Futebol Benfica 2 títulos e Assoc. Desp. e Cultural Lobão.

O campeonato desta época de 2016/17, é composto pelas equipas, do Belenenses; Boavista; C. Futebol Benfica; CAC da Pontinha; C. Atlético Ouriense; Clube Albergaria Mazel; C União Ferreirense; Estoril-Praia; FC A-dos-Francos; SC Braga; Sporting CP; Valadares Gaia; Vilaverdense FC e Viseu 2001.
Com a vitória nesta 18.ª jornada da Liga de Futebol Feminino, da equipa do Sporting CP por 1-0, frente ao seu mais directo opositor o Sporting C. Braga, a equipa do Sporting CP, caminha assim a passos "largos" para o ambicionado título que nunca conseguiu na história do clube e da modalidade em Portugal.
O futebol feminino "parece" com vontade, trabalho e determinação, quer e dos seus dirigentes, técnicos e atletas, crer caminhar com os pés bem acentos no chão, para ter o seu espaço não só no País, como pelo menos, na Europa do futebol feminino. 
Já há muito tempo que todos aqueles que trabalham em prol do futebol feminino procuram esses objectivos.


(Texto-opinião, publicado na edição online, secção "Escrevem os Leitores" do Jornal  RECORD de 25 de Feveveiro de 2017)

MÁRIO DA SILVA JESUS



Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.