sexta-feira, 31 de março de 2017

Ainda sobre o bronco e malfazejo Dijsselbloem


Depois do referido bronco me dizer que só tenho gasto o que tenho e o que não tenho com mulheres e copos, só espero que não tenha lido que um parque radical - o Raf Park - situado no monte de S. Brás, em Santa Cruz do Bispo, só funcionou quatro meses e que está fechado há mais de 5 anos, enquanto a Câmara Municipal de Matosinhos paga mensalmente 2 900 euros para manter um parque de estacionamento completamente vazio no citado parque ao abandono e alvo de inúmeros saques e de vandalismo das suas instalações.
Por este quadro se vê quantos milhões têm muitas autarquias desperdiçado do Erário Público, contribuindo drasticamente para a colossal dívida externa, lançada a débito, com juros, nas contas dos contribuintes.
Portanto, se estou depenado não foi com mulheres e vinho que fiquei na penúria, mas também por causa de milhares de eleitos do povo que esbanjaram milhões em obras supérfluas e megalómanas, gastando só por gastar, depenando-me a bolsa.


José Amaral

1 comentário:

  1. Aleluia! Publicado hoje no Público, jornal que ainda nos vai dando algum espaço.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.