domingo, 26 de março de 2017

DISCREPÂNCIAS



Não vou agora aqui fazer uma grande dissertação acerca do fanatismo religioso, apenas referir uma discrepância normalmente tão pouco ou mesmo nada assinalada. A condenação dos fanáticos criminosos islamistas, é naturalmente unânime. A fonte que alimenta tanto ódio que os torna assassinos cruéis, é o Alcorão. Melhor dito, são interpretações que dele fazem. A esmagadora maioria dos muçulmanos, é gente pacifica. E de outros livros sagrados não se farão também interpretações extremistas? Tal como os muçulmanos, a esmagadora maioria dos cristãos é gente pacífica e moderada. Mas,as cristãs Testemunhas de Jeová, ao recusarem transfusões de sangue até às ultimas consequências, ou seja, até à morte, mesmo em relação aos seus descendentes de tenra idade, às inocentes crianças, não o fazem também baseados em interpretações da Bíblia? E como classificar tais actos?
Francisco Ramalho
Corroios, 26 de Março de 2017


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.