quarta-feira, 15 de março de 2017

Sinto-me "Advogado do Diabo"

A notícia de que o polaco e deputado europeu  Januz Korwin-Mikke foi punido causa-me  incómodo e perplexidade. O "homem" que disse barbaridades sobre as mulheres ( no Parlamento Europeu!) foi castigado com multa pecuniária (cerca de10.000 euros) e ainda suspensão das suas funções parlamentares durante dez dias e um ano de representação do PE no estrangeiro. Falta dizer que ele é fundador da eurocética e de extrema direita "Coligação para Renovação da República".
O que ele disse ,já foi muito bem rebatido, entre outros, palavra a palavra, pela Céu Mota, neste blogue e depois reproduzido no semanário Expresso. Agora o que me pergunto ( não se esqueçam que estou a fazer de célebre personagem do livro de Morris West, que refiro no meu titulo) é: mas então o "energúmeno" polaco, pode ser eleito e depois não pode falar? Então a democracia que lhe permitiu a eleição, não lhe permite dizer o que pensa? MULTA por isso mesmo?
Confesso a minha indisponibilidade para ser democrata às " segundas, quartas e sextas" e autoritário nos outros dias. O homem falou, cá estamos nós para o rebater ! A isto chama-se ser democrata... penso eu! Atenção: isto sem pusilanimidade !

Fernando Cardoso Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.