segunda-feira, 24 de abril de 2017

O Dragão sem chama, não ganha!


Numa demonstração negativa para com o mundo do sobrenatural baixado à terra de todas as emoções clubísticas, Jesus empatou a águia, isto é, tolheu-lhe o passo a caminho do vôo final.
Mas, quando tudo faria esperar que o Espírito Santo – que na Terra é Nuno – se alcandorasse quase na ameia mais alta do Castelo da Feira de todas as glórias desportivas, eis que os seus trengos discípulos, mais uma vez, não conseguiram lobrigar o caminho certo que os levasse ao cume castelar das redes adversárias.
Assim, mesmo com o Papa por perto, o Dragão sem chama, não ganha!


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.