terça-feira, 4 de abril de 2017

O Homem da Máquina de Escrever


Nenhum texto alternativo automático disponível.



Foi com tristeza que tomei conhecimento da morte do escritor Fernando Campos aos 92 anos de idade.
Conheci este simpático Homem da escrita e do romance histórico em 6/3/1989 aquando do concurso televisivo da RPT/1 ‘Falar Português’, no qual, com uma das minhas filhas gémeas – a Carla Maria -, ganhei uma enciclopédia Verbo, e livros de Fernando Campos – O Homem da Máquina de Escrever, Psiché, e A Casa do Pó.
Que Deus dele bem cuide, enquanto por cá eu fico até ao encontro final.

nota: texto publicado no PÚBLICO de 5/4/2017.
José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.