segunda-feira, 17 de abril de 2017

O MUNDO ESTÁ MAIS PERIGOSO



Com uma vitória à pele e fortemente contestada pela oposição, Erdogan, passa a concentrar em si todos os poderes essenciais na Turquia. Na sequência de um conveniente “golpe de Estado” , aproveitou para amordaçar a oposição fazendo uma purga nas Forças Armadas, despedindo ou prendendo milhares de juristas, professores, jornalistas, artistas, o sultão, com os votos dos sectores político-religiosos e culturais mais conservadores e atrasados( as grandes cidades votaram Não no referendo) prepara-se para dirigir ainda com mais mão-de-ferro aquele importante país charneira entre a Europa e o Médio-Oriente, membro da NATO e inimigo figadal dos que mais se batem contra os fanáticos terroristas islamistas; os Curdos, a Síria e o Irão. Portanto, com uma Rússia cercada pela NATO e que estende os seus tentáculos a todo o planeta, com a extrema direita a levantar a cabeça na Ucrânia, na Hungria, em França e um Trump com a vassalagem de novo no bolso e a ameaçar quem não lhe obedeça, nomeadamente o aberrante regime norte-coreano, por fazer testes balísticos e por possuir a arma nuclear. Claro que não a devia possuir! Mas quem o devia? O Paquistão e Israel que nem sequer subscreveram o Tratado de não Proliferação Nuclear? Ou qualquer um dos restantes nove estados que a possuem? Nomeadamente os EUA que tem mais que todos os outros juntos? E quem é que tem legitimidade, para nesta matéria como noutras em que está em causa a paz mundial, impor seja o que for, como pretendem os EUA, se não a ONU? O mundo está efetivamente a ficar cada vez mais perigoso. Resta-nos resistir. evidentemente! Que outro caminho nos aponta a dignidade?
Melhores dias virão. Apesar de passos atrás, o caminho da humanidade não é do opróbrio, mas sim o da Justiça e da Liberdade.
Francisco Ramalho

Corroios, 17 de Abril de 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.