quarta-feira, 19 de abril de 2017

O paquete «Luzitania» afunda-se próximo do Cabo da Boa-Esperança





A 19 de Abril de 1911, o paquete “Luzitania”, um dos melhores navios da Companhia Nacional de Navegação, afunda-se próximo do Cabo da Boa-Esperança. Construído em 1904, havia feito apenas 20 carreiras (4 por ano) ente Lisboa e África Oriental. Tinha 5564 toneladas de lotação bruta e duas hélices com a força de 4392 cavalos, sendo, na altura, considerado um vapor rápido. Regressava a Lisboa, vindo de Lourenço Marques, com 131 tripulantes e 724 passageiros, 500 dos quais desembarcaram em São Tomé. Assim que na cidade do Cabo (África do Sul) se soube que este navio estava prestes a naufragar, o cruzador de Guerra inglês “Forte” partiu em seu socorro, tendo salvado todos os passageiros e tripulantes. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.