quinta-feira, 25 de maio de 2017

AS MORTES POR DEMÊNCIA E A SOCIEDADE DEMENTE

As perturbações mentais e do comportamento provocaram, em 2015, 3267 óbitos- um aumento de 24% face a 2014-, com as mortes por demência a ocuparem um lugar de destaque (94%).
De acordo com os dados publicados pelo INE sobre as causas da morte em 2015, das 3267 mortes por perturbações mentais e do comportamento naquele ano, 3076 foram por demência.
Em 2015 ocorreram 1132 suicídios em Portugal.
A elevada taxa das mortes por demência no nosso país prova que estamos perante uma sociedade altamente competitiva, que está a perder os seus valores e onde a depressão e a solidão tomam a primazia. A publicidade, o futebol, as telenovelas, as vedetas que vivem por nós, tudo isso alimenta um imenso "Big Brother" que nos dá cabo da cabeça. As próprias relações entre as pessoas são afectadas, tornando-se mercantis, financeiras e interesseiras. Os gestos puros de amor e de amizade vão definhando a olhos vistos. E depois surgem aí nas televisões uns comentaristas a dizer como nos devemos comportar. Insuportável. Esquizofrénico.

3 comentários:

  1. Obviamente que todos nós podemos dizer o que pensamos. É a Liberdade no seu máximo significado. Agora retirar uma ilação abusiva porque falsa, isso não! O A. Pedro pode até ter alguma razão no que descreve no seu último parágrafo, mas dizer que os números que cita são somente devidos a isso, pode mas não deve. Porquê? Tão somente porque as demências são de muitos tipos (senis, alcoólicas, vasculares. etc)! E temos que ser rigorosos numa análise que tem muito de científico. Ou a ciência também não vale nada? Ou só vale ao sabor das conclusões que já retirámos antes de analisar os dados?

    ResponderEliminar
  2. ...pois é Caro Dr. A Liberdade mesmo no seu máximo não lhe dá a Sapiência toda. Se as Demências são de muitos tipos e graus, diga-me lá, a que se deve a demência provocada pelo, "álcool"? e as "vasculares", "neurológicas", etc,E as que todos sabemos existirem, porque fomos "empurrados" para dentro desses abismos do abandono, do desconforto, do desespero,etc e que encontraram "cura" no álcool ou na corda. Mais n/acrescento se não estava aqui o dia todo, e enlouquecia por certo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Joaquim ´sabe muito bem (penso eu) que nunca para mim reivindiquei a "sapiência toda" (diz você), nem sequer alguma (digo eu). Então acha mesmo que todas as demências, inclusivé as que mencionou, têm por origem do tal abandono social a que muitos foram votados? Olhe que não.mas aqui sim, poderia ser pedante falar medicamente neste lugar. Olhe, somente como exemplo, só conhece alcoólicos demenciados nos abandonados socialmente?

      Eliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.