segunda-feira, 15 de maio de 2017

Dois lindos sorrisos

Nesta Sexta-feira, após um dia normal de trabalho, chego a casa e como habitualmente acompanho na televisão as noticias do dia. A cerimónia da visita papal a Fátima é de tal forma importante, que até os canais que a partir duma certa hora apenas transmitem programas de futebol durante toda a semana, hoje, abriram uma excepção e todos estavam focalizados naquele acontecimento. Entretanto, espreito a caixa do correio para, dentro do possível, abrir a correspondência. Até que tenho acesso a um link que anexo e aconselho a verem para melhor entenderem esta carta. É de um programa de talentos do género do Ídolos e que nos oferece uma actuação muito agradável duma jovem bastante deficiente mas que apesar de tudo, irradia um sorriso de alegria sempre colado aos lábios que só visto. Em simultâneo, a televisão continuava a proporcionar momentos de reflexão capaz de sensibilizar o mais empedernido. Momentos de muita paz. Duma paz tão necessária e com urgência. Durante cerca de dez minutos, apenas se ouvia as preces e orações daqueles milhares de fiéis a rezarem com o Papa. Retenho o sorriso de Francisco. Um sorriso franco que nos entra pelo coração dentro. E afinal, por feliz coincidência, foram dois os sorrisos que tive a oportunidade de juntar. O dele e o da jovem. E vou terminar com uma frase do Papa Francisco - Sempre que possível, dê um sorriso a um estranho na rua. Pode ser o único gesto de amor que ele verá no dia.
Jorge Morais
Publicada no DN-M em 14.05.2017
         Revista SÁBADO 18.05.2017








3 comentários:

  1. Gosto da referência a momentos sádios e reconfortantes para as nossas vidas. É bom, sempre que possível, lançar aos ventos os sorrisos que também povoam este mundo, mas, que muitas vezes, nos passam ao lado. Obrigado ao Jorge, pela oportunidade.

    ResponderEliminar

  2. Obrigado aos dois pelos vossos comentários e aproveitando o tema, permitam-me que vos envie como prova de reconhecimento um sorriso sincero e irrestrito a quem mais dele queira partilhar.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.